Hacks para desvendar o algoritmo do Facebook e aumentar o engajamento em suas publicações

Entenda o algoritmo do Facebook, como ele impacta o alcance orgânico de suas publicações e o que você pode fazer para contornar isso.

Este post é uma tradução da entrevista de Sweta Patel com Logan Young, postado originalmente no site Marketing Land. Ele ensinará para você como entender melhor o algoritmo do Facebook para aumentar engajamento da sua página. Você pode ler o original em inglês aqui.

Você sente que o Facebook se tornou um show de circo e vive se virando de ponta cabeça tentando aprender novos truques para a criação de conteúdo – como se para conseguir ser notado na plataforma, você precisasse ter alguma habilidade extraordinária e andar por aí correndo na frente do público com uma melancia na sua cabeça.

Mas você não é tão dedicado, tão rápido, ou tão esquisito.

Há pouco tempo, meus posts no Facebook estavam recebem um número incrível de engajamento orgânico. Hoje em dia, o mesmo conteúdo receberá no máximo algumas curtidas e compartilhamentos aqui e ali.

Durante meu trabalho com muitas Startups no Vale do Silício, percebi como conseguir construir uma presença nas redes sociais está ficando cada vez mais difícil.

Por quê?

O algoritmo do Facebook tem tudo a ver com a forma que o seu conteúdo é divulgado. O Facebook construiu uma plataforma onde você precisa “pagar para jogar“.

As empresas são forçadas a promover seus posts ou pagar por anúncios para conseguir extrair qualquer tipo de valor no site.

Em outras palavras, o problema não é necessariamente o seu conteúdo, e você também não precisa criar algo extravagante para ser notado. Entretanto, você precisa ter em mente que terá que abrir a carteira para ter resultados com o Facebook. Olhando pelo lado positivo, a rede social pode ser muito bem aproveitada, mesmo que sua empresa tenha um orçamento pequeno.

Empresas que querem aumentar o engajamento do seu conteúdo precisam entender que isso é possível.

Tive a oportunidade de entrevistar Logan Young, estrategista do Facebook e Vice-Presidente de Operações na BlitzMetrics, para entender como o algoritmo do Facebook funciona hoje e o que isso significa para a sua estratégia de Marketing de Conteúdo.

1. Sinais importantes que você precisa saber para entender a performance do seu conteúdo

Se você quer saber quais sinais procurar para entender a performance dos seus anúncios no Facebook, a primeira coisa a analisar é o engajamento positivo e sentimento, diz Young.

Quantas pessoas que fazem parte do seu público alvo estão curtindo, compartilhando e comentando no seu post?

Tenha em mente que essas coisas não possuem o mesmo peso. Por exemplo: tente pensar que uma curtida equivale a um ponto, comentários valem seis pontos e compartilhamentos valem 13 pontos. Todos os pontos contam!

Como esse sistema de pontos pesa o engajamento de forma diferente, você deve focar sua atenção em compartilhamentos e comentários ao invés de curtidas.

Lembre-se que o alcance da sua página no Facebook é de cerca de 2 a 3% da sua média de curtidas. Isso significa que se sua página tem 100 mil curtidas, apenas 2 mil fãs verão o conteúdo que você postar.

Quanto menor for a sua base de seguidores na página, maior será o alcance orgânico dos seus conteúdos.

Outro sinal que você deve procurar é o número de cliques que o seu post está recebendo. Se você está postando algum link de forma orgânica, você deve medir o número de cliques que o conteúdo levou.

Se é um vídeo, você deve se focar na média de minutos de visualização. Sua audiência está assistindo o seu vídeo por pelo menos 15 segundos?

2. Preste atenção nos sinais negativos

Quando você estiver construindo o seu engajamento, você precisa garantir que ele será positivo. Se você receber qualquer tipo de feedback negativo, as chances do seu post ser visto pelo seu público alvo cairá drasticamente.

Feedback negativo inclui ocultar publicação, ocultar todas as publicações, marcar a publicação como spam e descurtir página.

Você precisa de cerca de 100 curtidas por publicação para balancear o feedback negativo, de acordo com Young.

Porém, uma reação triste ou raivosa não é considerada feedback negativo. Se você sente que o alcance dos seus posts não está muito bom, dê uma olhada no seu feedback negativo e pense o que você pode fazer para resolver esse problema.

3. Rankeando o seu conteúdo pago

Se você está considerando usar conteúdo pago para aumentar o alcance das suas promoções, recomendamos que você preste bastante atenção na pontuação de relevância do seu anúncio.

Às vezes, se você investir mais, sua relevância pode aumentar. Em outros momentos, você pode investir o mesmo tanto que alguém com uma pontuação de relevância mais alta que a sua, então eles terão um ranking maior que o seu.

O ranking consiste em dois fatores: o lance (ou orçamento) e pontuação de relevância. Tenha em mente que a relevância é medida de acordo com o seu engajamento e seu feedback positivo e negativo.

O placar é baseado em uma escala de 1 a 10. O foco não é somente no anúncio, mas sim na sua página como um todo, e todos esses fatores são considerados pelo algoritmo.

4. Aumente o alcance orgânico do seu conteúdo

Quer saber como o Facebook determina quem vê seu conteúdo de forma orgânica?

Normalmente, o conteúdo é visto primeiro por seus amigos ou por pessoas que seguem a sua página. As suas interações com outros usuários é o que vai determinar a probabilidade deles verem ou não a sua publicação.

Por exemplo: se você tem o costume de sempre conferir o conteúdo de algum usuário (e vice versa), ele provavelmente verá algo que você posta antes do resto da sua audiência, porque você construiu um engajamento com aquela pessoa.

Outros fatores incluem posts mais longos e o tempo que alguém passa consumindo o seu conteúdo.

Foque-se em criar conteúdo que alimente o seu ranking. Posts mais longos resultam em mais tempo gasto de leitura, resultando em rankings maiores.

5. Três fatores que afetam o seu alcance

Para Logan, os três principais fatores que afetam o seu alcance incluem seus seguidores, seu engajamento e a passagem do tempo de uma publicação.

O alcance máximo de um post é limitado ao seu número de seguidores. Se você não tem uma boa base de seguidores, sua publicação não conseguirá atingir muitas pessoas do seu público alvo.

É essencial que você construa primeiro essa base, depois foque-se no engajamento com esse público.

A melhor maneira de construir sua base é através de métodos orgânicos versus pagos. Você alcançará pessoas mais engajadas, ao invés da ampla população de pessoas que distribuem curtidas por aí.

O segundo fator é o engajamento da publicação. Como seu post está performando? Ele tem muito feedback negativo ou positivo? Qual é a sua pontuação de relevância?

Fique de olho em todos esses componentes que afetam o engajamento do seu conteúdo. Você também pode sempre fazer testes e tentar novas maneiras de conseguir mais engajamento.

O terceiro fator para conferir é a passagem do tempo de uma publicação. Isso significa que você deverá medir por quanto tempo o seu conteúdo aparece na timeline dos usuários.

Um post normalmente é notado por um dia, e a partir daí a sua relevância começa a cair. Logan diz que a BlitzMetrics descobriu que 90% do alcance de um post normalmente vem nas primeiras 24 horas após a sua publicação.

Apesar do Facebook ter feito uma grande mudança em direção ao alcance pago (e consequentemente ter diminuído seu alcance orgânico), ainda existem alguns benefícios da rede social para as empresas.

Ele ainda é uma plataforma muito poderosa, e suas ferramentas empresariais nos permitem fazer Marketing para mercados muito bem segmentado.

Conhecendo as métricas que mencionamos e implementando-as em suas empresa, você pode construir uma estratégia de Marketing extremamente eficaz e começar a ver resultados reais com o uso do Facebook. Isso tudo sem a necessidade de acrobacias ou do uso de melancias na cabeça.


Fonte: https://marketingdeconteudo.com/hacks-para-desvendar-o-algoritmo-do-facebook/

Deixe seu comentário aqui